Banner Submarino

sexta-feira, 29 de março de 2013

[INDICAMOS] Iniciação à TV Britânica: Um Guia - Parte 3

A televisão britânica tem suas particularidades. Pode parecer um pouco assustadora vista de fora, mas na verdade é como Nárnia: maravilhosa e você passa horas lá achando que foram apenas minutos.

Com a Parte 1 e a Parte 2 vocês já conseguiram informações suficientes para começar uma conversação no metrô londrino.
Vocês já estão sofrendo com esse mundo?
Não? Não mesmo? Estão seguindo o Guia direitinho? Estão fazendo tudo certo?
Então eu quero ver LÁGRIMAS!!

Mas não por enquanto. Agora é hora de deixar as tristezas pessoais de lado um pouquinho e rir das alheias.

Essa é a fase 3: Nível Avançado.



Já falamos sobre o humor britânico na Parte1. Mas agora vamos tratar de um nível mais profundo de humor britânico.
Falas rápidas e situações engraçadas do cotidiano. Referências. Muitas referências.


Black Books

Bernard Black é dono da pequena livraria Black Books. Ele não é o proprietário mais simpático do mundo, preferindo mil vezes beber e fumar do que atender um cliente. Ele tem apenas uma amiga, Fran, dona da loja ao lado. Os dois vivem uma vida de vinho e cigarros.
Manny, um cliente da livraria perde seu emprego de contador, e acaba sendo contratado por Bernard. Manny tem uma personalidade completamente contrária a do livreiro, sendo ingênuo e otimista.
Ou seja: eles acabam sendo o par perfeito.

Bernard, você sabe o que isso significa!

Black Books tem 18 episódios engraçadíssimos divididos em 3 temporadas. Foi transmitida pelo Channel 4 entre 2000 e 2004.

Por que preciso ver?
Black Books é um exemplo típico de sitcom britânica. As sitcoms britânicas são diferentes das americanas por muitos motivos, o principal deles é que elas não tem aquela risada pronta irritante (sou só eu que me sinto um pouco insultada com essas risadas? Como se eles estivessem me dizendo quando rir?). Elas também tem um uso muito maior de bebidas e cigarros, e muitas falas inapropriadas. É algo bem como "tire as crianças da sala".

"Para ser honesto, depois de anos fumando e bebendo você, às vezes, para e reflete... Entre o primeiro cigarro com café de manhã e aquela 400ª mijada numa loja de esquina às 3 da madrugada, você às vezes para e reflete: 'Isso é fantástico, estou no céu'."

Mas são muito mais engraçadas, com um humor mais inteligente. As situações absurdas ainda estão lá, mas são mais sofisticadas. Tem muitas, mais muitas quotes boas. Para nós viciados em livros, muitas situações identificáveis.
E, pelo amor, Dylan Moran:





















Spaced

Terminou com o namorado(a) e agora não tem pra onde ir. O que você faz?
Encontra alguém numa lanchonete, comenta que está procurando um lugar pra morar, encontra algo no jornal, que é oferecido para um casal. Vocês mentem pra locatária que são um casal e vão morar juntos. Claro.
Não?
Bom, é isso que Daisy e Jim fazem. E por alguma razão isso dá muito certo. Os dois começam a ser essenciais na vida um do outro, sempre tentando fingir que são um casal. Claro que isso é algo difícil de se fazer e muitos acabam descobrindo, mas o importante é continuar com o flat. Não é?


Teve duas temporadas (é, só duas), com 14 episódios no total. Foi transmitido pela Channel 4 a primeira em 1999 e a segunda em 2001 (ou seja, roupas do final dos anos 90 e começo de 2000. A Daisy usa umas pulseiras e colares que eu lembro serem bem populares na época. Eu tinha :D).

Por que preciso ver?
Primeiro, Spaced tem muitas referências. Muitas mesmo. Quadrinhos, videogames, séries de TV.
Segundo, Simon Peg. Pra você que não sabe: o Simon Peg é um dos caras mais awesome do Universo. É um dos nerds mais nerds. Acho que em nível de conhecimento ele está até acima dos irmãos Green.
Terceiro, Jessica Hynes. Ela é uma das maiores atrizes britânicas de televisão. Se você reparar bem vai encontrar ela em muitos programas e filmes ingleses.
O Simon e a Jessica escreveram e protagonizaram Spaced, então já dá pra saber o quanto essas pessoas são brilhantes né?
Spaced é uma grande surpresa. Porque em um primeiro momento parece ser só mais um seriado com boas piadas e nenhum conteúdo. Mas não é isso que acontece. O Jim é um quadrinista (desenha histórias em quadrinho) que trabalha numa loja de HQs e só consegue uns bicos realmente desenhando. A Daisy é uma "escritora", sem nenhum livro publicado e recebendo não atrás de não das editoras. São dois jovens de vinte e poucos anos quebrados e sem perspectiva de vida.
Spaced mostra o quão difícil é viver no "mundo das artes". Ser artista não é algo lindo. Não é algo fácil.
E, com certeza, não é algo que dá dinheiro.

"A vida não é como nos filmes, não é? Nós somos constantemente levados a acreditar  em resoluções, no restabelecimento das coisas de um jeito ideal, e não é verdade. Finais felizes são um mito. Esculturados para nos fazer sentir melhor pelo fato que a vida é uma luta ingrata."


The IT Crowd

A série segue a vida profissional dos três membros do setor de suporte técnico de uma empresa. São as pessoas que ligamos quando algo não funciona na nossa casa. E é assim que surge a frase mais famosa do seriado:

"Alô, suporte técnico. Você tentou desligar e ligar de novo?"

IT Crowd tem 4 temporadas com um total de 24 episódios. Passou na Channel 4 de 2006 a 2010.

Porque preciso ver?
Essa série é provavelmente uma das mais famosas sitcoms britânicas. Um ano antes de The Big Bang Theory e três antes de Community, The It Crowd foi um dos primeiros seriados a tratar da vida dos caras que antes era vistos como "estranhos" e "nerds". Foi um dos antecessores para o "boom" geek que vem ocorrendo ultimamente.

"Ah, esse foi o fim da história?!"

É, por enquanto é só pessoal.
Voltamos com o resto do Guia a qualquer momento em nossa programação.

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Que legal! Adorei seu blog, realmente muito incrível, tem tudo para fazer o maior sucesso; Já estou seguindo, segue o meu também?
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia nenhuma dessas series, geramente ficamos presos ao "americanês" achei massa essa tua ideia e certamente vou querer conhecer mais da TV Britanica.

    Seguindo teu blog, segue também.

    www.reticenciando.com

    Milhões de beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Juliana, fique atenta que vem mais por aí! :)

      Excluir
  3. Eu não conhecia nenhuma das serie, mas as achei interessante. Principalmente a ultima, porque gosto de algumas series sobre nerds e ver as antigas pode ser legal.

    Bjs, @dnisin
    http://www.seja-cult.com/

    ResponderExcluir
  4. Quase nunca vejo séries britânicas... nem sei pq, acho q se deve ao msm motivo de ler poucos autores além dos americanos, as editoras não trazem e não tem o mkt q os americanos possuem =/

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta aí uma boa hora pra começar haha
      Fique atenta que vem mais por aí. Existem muitas séries britânicas de diversos temas, e aí dá pra escolher o que você gosta mais.
      Uma diferença entre as britânicas e as americanas é que as britânicas tem menos episódios (que eu acho mais fácil/rápido pra assistir).

      Excluir
  5. VaporFi is the highest quality electronic cigarettes provider.

    ResponderExcluir